Companhia das Docas do Estado da Bahia prevê novas oportunidades e competitividade para o comércio marítimo da região

O Porto de Salvador recebeu nesta semana a homologação de seu novo calado que o habilita a receber os maiores navios porta-contêineres do mundo. Com a oficialização na quarta-feira (7), por parte da Marinha do Brasil, o terminal de contêineres da capital baiana – operado pelo Grupo Wilson Sons – passa a contar com um calado de 13,9 metros no Cais de Água de Meninos, que opera navios de longo curso, e de 12 metros para o Cais de Ligação, preferencial para navios de cabotagem.

A Companhia das Docas do Estado da Bahia comemorou a homologação e prevê grandes oportunidades para a comunidade portuária e aos interessados no comércio marítimo com o Brasil. “É uma ótima notícia e que interessa a todos, porque representa fretes mais baratos e um expressivo ganho de competitividade para a Bahia”, avalia o presidente da Companhia das Docas do Estado da Bahia, José Muniz Rebouças.

O diretor executivo do Tecon Salvador, Demir Lourenço Júnior, informa que o terminal já está preparado para operar navios comerciais que chegam a até 170 mil toneladas de deslocamento, o equivalente a navios porta-contêineres de 11 mil TEUS, como o Super-post Panamax. “O novo calado faz parte de uma série de intervenções que elevam sobremaneira a nossa capacidade operacional”, observa o diretor executivo.

A notícia precede a inauguração das obras de expansão do Tecon Salvador, marcada para o dia 30 de novembro. Os investimentos totais somam R$ 180 milhões e envolveram a aquisição de novos equipamentos e a ampliação do espaço físico do terminal.

O Grupo Wilson Sons é um dos maiores operadores integrados de logística portuária e marítima e soluções de cadeia de suprimento no mercado brasileiro, com 175 anos de experiência. A companhia conta com uma rede de atuação nacional e presta uma gama completa de serviços para as empresas que atuam na indústria de óleo e gás, no comércio internacional e na economia doméstica. As principais atividades do Grupo são divididas em dois sistemas – Portuário e logístico e Marítimo.

Fonte: Porto S.A